sexta-feira, 28 de março de 2014

Live Charts: Vale uma olhada!


A The Economist sempre foi conhecida por divulgar gráficos muito interessantes, de maneira intuitiva e visualmente atraente, mas a série de gráficos animados da revista leva a interpretação dessas informações a outro nível. Em vídeos curtos (por volta de 1 minuto) os gráficos da publicação são apresentados de forma animada e com comentários que transmitem a informação com agilidade e maior riqueza de detalhes.






Esse vídeo feito recentemente pela revista explica a evolução do PIB mundial desde a crise financeira de 2008. Um leigo ao simplesmente olhar o gráfico consegue visualizar perfeitamente que houve uma recessão em 2009, e que o crescimento foi retomado no ano seguinte acompanhado de uma queda gradual do crescimento da produção mundial de 2010 até os dias de hoje.

Mas a animação nos oferece mais. O narrador explica, em 53 segundos, que a causa da queda do PIB em 2009 foi a crise de 2008, essa queda foi acompanhada de estímulos dos Bancos Centrais dos países desenvolvidos para aumentar a liquidez na economia mundial o que resultou na volta do crescimento. Esses estímulos perderam força nos últimos anos e resultaram hoje no tapering do FED americano, tão temido pelos mercados emergentes, que junto com a crise entre Rússia e EUA podem levar o crescimento mundial ainda mais para baixo.

Apesar de bastante úteis, vídeos ainda resultam em rejeição de muitos leitores, já que clicar, esperar carregar, e quem sabe, ter que esperar a propaganda do Youtube terminar, transforma o vídeo em uma experiência custosa. De qualquer maneira, acho que os Live Charts da The Economist valem uma olhada.


Ricardo Ziegelmeyer

Um comentário:

  1. Vale mesmo, Ricardo, tá cada vez mais fácil de fazer essas coisas, e tem de ser simples senão não atinge o público. Parabéns pelo post! Gosto muito deste blog!

    ResponderExcluir