quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Erro de digitação e de inferência



Li esse título na Folha de hoje e quando cheguei ao gráfico, "Pau no Gráfico"! Veja que tanto as vendas, como os preços dos tablets, aumentaram.

Provavelmente o erro seja de digitação porque, no próprio texto da matéria, a autora explica que os preços dos tablets na verdade diminuíram. Veja o texto:



Claro que esse erro não condenaria ninguém, mas certamente provocaria um desconforto numa apresentação. Imagine você estampando seu gráfico num telão e dizendo para um diretor comercial:
"Observe, Sr.Diretor, como a queda dos preços dos tablets fizeram as vendas crescer em 120%, e as projeções para..."

Nesse momento o diretor interrompe você afirmando: "Espere um pouco, por favor, o gráfico não diz exatamente isso que o senhor afirma!"

Você, agora tenso, se arruma na cadeira, verifica o telão e tenta esclarecer o erro: "Ah claro! Me desculpem, lamentavelmente digitei os valores trocados! Inverti os preços de 2011 e 2012, portanto os preços caíram, ok?"

Ele continua com um olhar doce, mas firme, e lhe pergunta: "Já tinha percebido o problema de digitação, porém o que gostaria de saber é como o senhor pode afirmar que a causa do aumento das vendas foi a queda do preço? Há outras hipóteses, por exemplo, aumento de exposição na mídia, aumento de modelos disponíveis, aumento de pontos de distribuição... O que me diz? Você acha que pode provar a sua hipótese com esse seu gráfico?"

Sua melhor alternativa nesse momento é recuar e dizer: "Ok, o senhor tem razão, o preço é somente uma hipótese que estou defendendo. Vou completar a análise para lhe trazer um quadro mais completo..."

Fica aqui minha dica: a observação de dados históricos serve para levantarmos nossas hipóteses mas não para prová-las. Seja prudente nas suas apresentações colocando palavras como "provavelmente", "possivelmente". Atente-se às suas certezas!

Até
Roberto


3 comentários:

  1. Muito bom! Sua explicação foi muito ilustrativa.
    Obrigada pela dica.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  2. Olá, Roberto!
    Sou professora de matemática em MG e utilizo muito os seus comentários e análises com os meus estudantes.
    Parabéns e obrigada pelas dicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço! Um abraço a você e seus alunos
      Roberto

      Excluir