terça-feira, 26 de abril de 2011

Gráfico de círculos

Recentemente, no post O bom e velho histograma, o Roberto falou dos 5 gráficos de ouro: Barras, Setores, Tendência, Dispersão e Histograma.

Navegando pela internet encontrei mais um exemplo de histograma, num dos blogs do jornal The Guardian, o DATABLOG. O gráfico das barras em laranja, mostrando a idade dos prisioneiros de origem afegã da prisão de Guantánamo.



Fiquei me perguntando porque utilizaram círculos no lugar de barras, no primeiro gráfico. Continuei meu passeio e encontrei outros:



Nesse caso tenho uma crítica (ou uma dúvida). As interseções têm algum significado? Ou simplesmente faltou espaço e os círculos ficaram sobrepostos?

Mas certamente este outro gráfico foi o que mais me surpreendeu:



Barras em formato de círculo!
O que acham? Que gráfico, ou gráficos, poderíamos usar no lugar deste?


:Dani

3 comentários:

  1. Oi Dani

    Desafiadora a tarefa de transformar esta quantidade de dados em informação usando apenas um gráfico. O editor pelo menos conseguiu produzir algo "da hora", bonitinho, mas ordinário.

    Na minha opinião uma tabela seria a estratégia mais adequada para visualização destes dados.

    Mas lançado o desafio vai minha sugestão: produzir um gráfico de barras considerando como variável a razão entre os indicadores de China e EUA (com os EUA como denominadores). Colocar as barras em ordem decrescente. Acho que vai ficar bom e possibilitar conclusões.

    Um abraço.

    Formigari

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do gráfico modelo pétalas.

    Definitivamente este é um "top 5" piores gráficos que já vi na vida. Fiquei até em dúvida com que software se consegue fazer algo tão fantástico.
    As cores e os círculos dos gráficos anteriores não ajudam em nada, mas ficam ofuscados pelo "brilhantismo" deste último.

    Acho que um gráfico de barras - na horizontal! já permitiria alguma comparação.

    um abraço.

    Carlos Lobo.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com as sugestões: um gráfico de barras comparando a razão China/EUA nos diversos aspectos apresentados permitiria algumas conclusões.

    Mas cuidado com a ordenação das barras, pois poluição e desemprego são dois fatores do tipo "quanto menor melhor", diferente dos demais. Eu deixaria estes dois separados.

    ResponderExcluir