sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Índices de Violência em SP param de cair

Finalizando a discussão do post O Jornalista e o "Press Release", de fato, nem sempre as conclusões são as corretas, principalmente quando se comparados apenas 2 pontos, como usado na matéria da Folha pelo jornalista, muito provavelmente induzido pelo Press Release do governo.

O Fábio pegou o espírito da questão: olhando a série temporal, sem maiores análises estatísticas além da análise visual, percebemos que os índices de violência se estabilizaram nos últimos anos. Ou seja, algo novo precisa ser feito pelo Governo e Sociedade, sistemicamente, para que ocorram novas quedas nos indicadores de violência nos últimos anos.

Matematicamente falando, um número é menor que o outro (2010 em relação a 2009), mas tanto sob o ponto de vista estatístico quanto sob o ponto de vista prático, os índices são iguais, ou seja, não houve queda nos indicadores de violência.

O Carlos, no post do Roberto Percentuais podem dar pau na análise , levanta a mesma questão: é correto se tirar a conclusão de que ocorreu uma mudança utilizando-se apenas com 2 pontos? Eu digo, não! Pelo menos não sob o ponto de vista estatístico. Séries históricas são para serem usadas corretamente, não apenas em benefício de uma conclusão. É por isso que as hipóteses estatísticas são realizadas a priori. Mas este é um tema para outra discussão.

Mas fico aqui com a sugestão do Fábio para um novo título para a matéria da Folha, apenas com uma singela alteração: "Índices de Violência em SP param de cair".

Até a próxima.

Formigari

Nenhum comentário:

Postar um comentário