segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

1 a cada 5, ou 1 a cada 6 celulares são clandestinos?

Fiquei intrigado com uma matéria publicada hoje na Folha. O tílulo na primeira página do Caderno Mercado é "Celulares clandestinos já são 20% do total", porém, no gráfico abaixo, o subtítulo é "Mercado paralelo de telefones chineses já representa 20% das vendas oficiais no país". Notaram que um não bate com o outro? Confira os números no gráfico da matéria:



Os 20% correspondem simplesmente a vendas no paralelo sobre vendas no oficial, ou seja 11,4/57,2 = 20% (dados de 2010). Portanto, o percentual de vendas clandestinas do total de vendas (clandestinas + oficiais) é de 16,6% e isso não bate com o título da primeira página, pau na análise!
Quantas pessoas não notaram isso e estão com o número de 20% (do total) carimbado na cabeça? Acho que TODAS. Veja, por exemplo, as discussões no IDG NOW! sobre a matéria em: "Um em cada cinco celulares em uso no Brasil tem procedência ilegal". Eles Passaram batido pela informação. Aliás, vamos combinar, mesmo quem leu a matéria no detalhe terá dúvidas das informações, uma hora se fala de celulares em uso, outra de vendas novas, no meio da matéria não há referência de uma pesquisa que traz os números etc... Assim a confiança nas informações vai lá pra baixo.
E tem mais!
Agora comentando o gráfico, há um deslize visual grave nele. Veja se você o descobre. Segue o gráfico no detalhe:



O pessoal do Itaú que fez o curso de "Gráficos Excelentes" comigo na sexta passada tá intimado a opinar, hein?

Até
Roberto

4 comentários:

  1. Tenho uma gráfico para apreciação dos senhores. Vcs recebem?

    ResponderExcluir
  2. Fala Roberto,

    Acredito que a parcela que representa a venda de celulares no Brasil faz parte volume de vendas do Mundo. Da maneira que o gráfico foi montado isso não está claro, e uma primeira impressão errada poderia ser que o total de vendas seria a soma das duas barras. Concorda?

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Bruno, você poderia enviar seu gráfico, por gentileza, para contato@anova.net.br
    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  4. Hugo, você coloca um bom ponto, realmente ficamos sem saber se o do mundo contemplao valor do brasil. A lógica é que sim, mas não há certeza. Valeu, até sexta no curso!

    ResponderExcluir