quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Ainda sobre apresentação, Hans Rosling é show!

   No seu último post, Não leve pau na apresentação, o Roberto escreveu sobre apresentação de gráficos e deu algumas dicas bem legais. Imediatamente me veio à cabeça a palestra do sueco Hans Rosling, professor do Karolinska Institutet (Suécia).
   No momento que assisti à apresentação dele fiquei impressionado com sua habilidade no uso do recurso gráfico, com a interação dele com o gráfico, com seu carisma e em como ele consegue chamar atenção para a mensagem que quer passar.
   O tema central da palestra é a divisão dos países em duas categorias: os “desenvolvidos” e os “em desenvolvimento”. Vale a pena ver o vídeo! Se quiser colocar legenda basta clicar em subtitles e terá diversas opções, inclusive português.



    Em seu livro, Now You See It, o especialista em visualização gráfica Stephen Few sugere que Hans Rosling foi a primeira pessoa na história a tornar um gráfico de dispersão fascinante para uma multidão de pessoas,
em sua primeira conferência conferência no TED (Tecnology, Entertainment, and Design). Ele acredita em dois motivos: pela própria história ser atrativa e importante, e porque as bolhas animadas trouxeram vida à história de uma maneira fácil de ser compreendida.
   O software utilizado na apresentação chama-se Gapminder e você pode utilizá-lo diretamente do site para  fazer análises com outras variáveis ou baixá-lo gratuitamente.
   Abraços,
        Satomi

Um comentário:

  1. Esse post veio em boa hora, acabamos de fazer um workshop de apresentação de gráficos com o pessoal do Itaú. Todo mundo se deu conta de como a gente atropela a platéia quando mostramos gráficos. O Hans logo antes de comentar o conteúdo do gráfico, é bem sistemático mostrando os eixos e símbolos utilizados.

    ResponderExcluir