quinta-feira, 15 de julho de 2010

Um, dois, três: TESTANDO!

Continuando no assunto do último post ("Roda, roda, roda e avisa: um minuto de comencial"), outra campanha publicitária suportada por testes estatísticos foi a da Rayovac. Depois de anos com a imagem daquele coelhinho cor-de-rosa que toca tambor levando a acreditar que a Duracell dura mais, a Rayovac, através de testes estatísticos, mostrou em sua última campanha, “Desafio Rayovac”, que não era bem assim.

Conforme reportagem do Portal Exame no último dia 15 de junho, a campanha da Rayovac exibiu na mídia uma peça publicitária que foi alvo de contestação jurídica por parte da Duracell, por usar, sem autorização a sua marca.


Veja – edição 2158 de 31/03/2010 (página 71)

Vamos deixar a disputa jurídica que envolve o caso para os especialistas. O nosso ponto aqui é que a Rayovac poderia ter utilizado um gráfico para mostrar os resultados dos testes nos quais se baseia para afirmar que “a pilha deles dura tanto quanto a nossa”.

Curiosos a respeito dos testes? Eu também! Fui procurar no site da Rayovac (http://www.rayovac.com.br/) o resultado dos tais testes. E encontrei esses gráficos:





Pau-nos-gráficos! Por dois motivos: primeiro porque a barra está em 3D, segundo porque se a comparação é com Rayovac base 100%, não precisamos desse conjunto de barras azuis, todas de altura 100%, bastava uma linha de referência em 100%.

Infelizmente o site não trás os resultados detalhados ou uma tabela com os valores, mas mesmo assim fiz no “olhômetro” a tabela com os valores e a partir desta os seguintes gráficos:






Fiz os gráficos na horizontal para evitar as legendas diagonais, que no mínimo podem causar uma dor no pescoço, e porque as barras, de certa forma, estão representando tempo de duração das pilhas e usualmente representamos tempo no eixo horizontal.

Mas já que estamos falando de campanha publicitária, vamos à uma alternativa, digamos assim, mais “marketeira”, que evidencia a diferença de desempenho entre as duas marcas.






O site apresenta um relatório técnico com algum detalhamento de como os testes foram conduzidos e sua principal conclusão: “após estes testes efetuados em conformidade com as normas e protocolos estabelecidos pela Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC) e do Instituo Nacional Americano de Padronização (ANSI), chegou-se a conclusão técnica de que as pilhas alcalinas da Rayovac tem, em média, a mesma duração das pilhas alcalinas da Duracell”, mas não apresenta os dados com os resultados dos testes. Ponto negativo prá Rayovac!


Nota (postada em 16 de julho de 2010):

Olhando os gráficos, aparentemente, pelas médias ANSI e IEC, a Rayovac dura mais. Pela relatório de detalhamento "chegou-se a conclusão técnica de que as pilhas alcalinas da Rayovac tem, em média, a mesma duração das pilhas alcalinas da Duracell” e pelo slogan da campanha "a pilha deles dura tanto quanto a nossa" concluímos que houve empate técnico entre Duracell e Rayovac, porém, sem a informação da margem de erro ou maiores detalhes dos resutados obtidos, não nos foi possível verificar esse resultado.

:Dani

Fonte:
A reportagem do Portal Exame foi obtida em http://portalexame.abril.com.br/marketing/noticias/rayovac-x-duracell-concorrencia-acaba-tribunal-569872.html?page=1 (14/07 – 10h20min)
A peça publicitária exibida na Veja foi obtida em http://www.veja.com.br/acervodigital/home.aspx (14/07 - 10h30min)
Os gráficos dos testes foram obtidos em http://www.rayovac.com.br/resultados_intertek.htm (14/07 - 10h55min)
O relatório com detalhamento do teste foi obtido em http://www.rayovac.com.br/Detalhamentos.pdf (14/07/2010 - 11h)

4 comentários:

  1. Olha mas pro coelhinho rosa dura mais

    ResponderExcluir
  2. Correto Luis!
    Mas agora sabemos qual pilha comprar para cada uso. E se não tiver um uso específico, os dados apresentados nos levam a comprar a mais barata.
    Abraço
    :Dani

    ResponderExcluir
  3. Fantástica a melhoria "marketeira" no gráfico. Profissional do ramo é outra coisa!

    ResponderExcluir
  4. Dani,
    Sua análise é legal, não sou marketeiro, mas seus gráficos de marketeira não ficaram legais.
    Vc colocou a frase 'Rayovac dura menos' justamente na posição onde o ser humano olha primeiro e 'grava' mais fácil.
    Além disso, seu gráfico colocou uma barra enorme desse lado.
    Perceba que no gráfico original essa diferença é minimizada. Porque os caras não sabem fazer gráfico ? não... é por conta do (famigerado) marketing...
    Outra coisa, todos os gráficos são de difícil entendimento para o público comum. Mas a idéia é essa mesmo. Os gráficos não estão lá pra ajudar o consumidor. Só pra Duracell não ter como contestar os dados na imprensa ou nos tribunais. Tanto o é que só restou a Duracell alegar 'uso não autorizado da marca'.
    Gostei desse blog.
    Vou visitar frequentemente.
    E parabens pela análise.

    ResponderExcluir