segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Dilma e o Bolsa Família

Hoje o Estadão trouxe interessante estudo sobre a provável influência do Bolsa Família nos votos de Dilma no 1o turno. Um gráfico de bolhas foi usado para mostrar essa relação. Veja como ele ficou na versão impressa:



Gostei dos detalhes e notas explicando como o gráfico funciona. Cada bolha representa um município do Brasil e quatro variáveis aparecem no gráfico:

Eixo X: Percentual de famílias que recebem o Bolsa Família;
Eixo Y: Percentual de votos para a Dilma no 1o turno;
Tamanho da Bolha: População do município;
Cor da bolha: Região do país.

Vemos uma nuvem de bolhas indicando haver uma relação linear e positiva entre as variáveis X e Y do gráfico. Conclui-se que quando a participação no Bolsa Família aumenta, a votação de Dilma também cresce.

A visualização do gráfico por região parece vital para o leitor fazer uma análise mais adequada do contexto e tirar suas próprias conclusões. Ocorre que as cores me confundem um pouco e não consigo aproveitar o potencial dessa análise.

Veja uma alternativa para esse caso. Plotando os dados em gráficos distintos e mantendo as escalas dos eixos, podemos visualizar facilmente as regiões ainda na forma impressa:



Outra alternativa é a publicação do gráfico em mídias eletrônicas. No blog do Estadão, blog.estadaodados.com, você encontra um gráfico interativo que facilita muito essa análise. A preocupação dos autores do blog foi justamente essa possibilidade de enxergar diferenças entre regiões.

Fazer gráficos interativos está cada vez mais fácil e acessível por meio de aplicativos. No entanto, eles não conseguem, sozinhos, elaborar os detalhes cruciais que facilitam a análise dos dados. Portanto, não deixe de focar no interesse e na melhor experiência do seu cliente, seja qual for a mídia escolhida.

Até
Roberto

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Os números para presidente nos estados.

As eleições surpreenderam muita gente e entre centenas de gráficos tentando explicar o pleito de domingo, hoje o Estadão e a Folha trouxeram exatamente o mesmo gráfico mostrando os resultados para presidente por estado. Veja só:

Estadão


Folha


Com os mesmos dados fiz um exercício no software Tableau Public para deixar o gráfico mais manipulável. Veja o resultado e tente você mesmo mexer um pouco nele.

Que reviravoltas será que ainda teremos nesses números no 2o turno?

Até
Roberto